Oi galera, tudo bem?

Aqui quem fala é a Isis, vulgo, a louca dos cachorros rs

Hoje eu vim mais uma vez falar desse assunto que foi bem pedido por vocês, que é: quais os custos e como é ter um pet em Portugal.

Claro que como eu tenho um cachorro falarei dos custos dele, mas imagino que para gatos não seja tão diferente assim.

Bom, pra começar eu já quero te tranquilizar e dizer duas coisas, os custos aqui são equivalentes (as vezes até mais baratos) aos do Brasil e os portugueses adoram cachorros.

Um diferença muito importante sobre ter animais em Portugal e no Brasil é que aqui apesar de existir uma lei que proíba o senhorio de proibir que o inquino tenha animais de estimação, isso não quer dizer que você pode ter mil cachorros (infelizmente), a quantidade permitida por apartamento é de “apenas” 4 animais, sendo eles cães ou gatos, para saber mais acesse essa matéria aqui.

Primeiros cuidados burocráticos assim que chegar com o pet.

A primeira coisa que você deve fazer quando chegar com seu animal é procurar um veterinário para fazer o cadastro do microchip dele no banco de dados daqui, a veterinária que fez o do Fred nos cobrou 5 euros. Mesmo que você já tenha feito algum tipo de cadastro no Brasil você precisa refazê-lo aqui, pois o banco de dados do Brasil além de não ser unificado/nacional, só é válido em território nacional.

Feito isso você precisa transcrever a carteirinha (ou boletim, como eles chamam aqui) dele para um boletim de vacinação português. Isso porque o próximo passo é fazer um cadastro na junta de freguesia e como não fazer isso no Brasil a carteirinha brasileira acaba por não ter um espaço destinado a isso, mas fiquei tranquilo, as vacinas dadas no Brasil são válidas aqui e vão constar nesse novo boletim.

Com o boletim português em mãos e o documento que prova que o cadastro do microchip dele foi feito você deve ir a junta de freguesia mais próxima a sua residência e cadastro-lo lá, esse cadastro serve para “legalizar” a residência do seu pet contigo, é o que prova que ele é seu e mora no endereço cadastrado.

 

Custos médicos

Eu pago uma média de 20 euros por consulta para o Fred.

Uma coisa que eu acho muito legal daqui é que quando necessário administrar medicamentos, o veterinário vende apenas a quantidade de comprimidos necessários para aquele tratamento, isso barateia bastante o custo de medicamentos para os donos, quando o veterinário não tem medicamento você pode comprar direto na farmácia (comum que vende os remédios para humanos) e não costumam ser caros.

Devido aos problemas de saúde que o Fred já teve nós pagamos mensalmente um seguro saúde para ele que nos reembolsa em caso de despesas veterinárias. Se você quiser saber mais sobre o plano que nós pagamos clica aqui, optamos pelo seguro oferecido pelo nosso próprio banco mas sei que existem outras opções.

Caso você queira indicação de clínicas veterinárias aqui, eu indico de total confiança as duas clinicas que cuidam do Fred.

Uma fica em Vila Nova de Gaia e chama Centro Veterinário Santo Ovídeo (eles que realizaram as duas cirurgias do Fred) e a outra fica no Porto (próximo a rotunda da Boa Vista e também na Areosa e são eles os responsáveis pela fisioterapia do Fred) e chama-se Clínica das Oliveiras. Caso vá até uma das clinicas comentem do Fred, eles com certeza saberão que vocês nos acompanham 🙂

 

Valores de banho / tosa / ração / roupas e sites pet

Culturalmente (até mesmo por conta do clima) aqui não se dá banho com a frequência que damos no Brasil, acho que até por isso o preço é um pouco mais salgado, na minha experiência, banho e tosa (tosa essa que é especifica para “raça” do Fred) custaram 28 euros enquanto só banho sai de 15 à 18 euros para o Fred.

Já na alimentação, optamos por uma ração chamada NutriBest, ela só contém conservantes naturais e pelo que nosso amigo zootecnista nos explicou, é uma boa ração. O Fred se adaptou super bem! Aliás, se você tem dúvidas a respeito de adaptação e como preparar o seu pet para vida nova, dá uma olhada nesse texto aqui, nele eu dei muitas dicas do que fazer antes, durante e nos primeiros dias após a viagem.

Também tenho um texto bem completo sobre o processo de trazer seu pet pra cá, você pode conferir clicando aqui e por último já fiz outro texto contanto sobre a adaptação do Fred aqui, para ler basta clicar aqui.

Caso você esteja se perguntando sobre os tapetes higiénicos eu pago em média de 5 a 7 euros num pacote com 20 tapetes de 60cmx60cm.

Para quem sempre me perguntam as roupas que eu compro para o Fred aqui em Portugal são todas da China e no Brasil eu comprava e suuuuuper recomendo uma loja chamada Legal Para Cachorro, eles são super caprichosos e fazer roupas lindas sob encomenda se necessário.

Vou deixar listado aqui alguns sites onde você pode comprar coisas para seu pet:

Tienda Animal;

ZooPlus;

Kiwoco;

Miscota (de todos listado era o que eu usava até a ultima compra quando eles atrasaram a entrega, não conheço os outros mas pretendo testar.

 

Posso andar no transporte publico com meu pet?

E a resposta é: SIM!

Isso mesmo, pode comemorar, aqui você pode andar tranquilamente com seu pet no transporte publico, claro que existem algumas regras, são elas:

  • No metro é aconselhável andar de focinheira (principalmente os cachorros maiores que podem trazer algum tipo de intimidação ou medo aos demais passageiros) mas por outro lado o cachorro não precisa estar necessariamente numa caixa/bolsa de transporte. Atenção que existem outras regras, você pode consulta-las on-line ou na máquina de bilhetes em todas as estações do metro (e também é legal dizer que essa é minha experiência no Porto, talvez nas outras cidades de Portugal as regras mudem);
  • No ônibus/autocarro é necessário que seu pet esteja numa caixa/bolsa de transporte;
  • No trem/comboio, depende da longitude da sua viagem, se for uma viagem pequena a regra é a mesma do metro, caso seja uma distancia maior, você pode pagar para que ele vá com você fora de qualquer caixa de transporte (e o valor é sempre cheio, por mais que você pague um valor promocional ele não se aplica ao pet) ou pode andar gratuitamente com ele na caixa/bolsa de transporte (atenção que tem um tamanho máximo permitido) para saber mais detalhes acesse o site: http://www.cp.pt eles possuem um chat e são super prestativos.

Já os outros lugares (shoppings etc) é preciso se informar com cada estabelecimento, geralmente nos shoppings só pode no colo ou bolsa de transporte (má noticia para quem tem cães grandes) e os restaurantes costumam ter uma opção de mesa na esplanada, nem todos tem, mas os que tem permitem cachorros sem problema algum.

Por enquanto é isso, para conferir o vídeo onde eu falei sobre esse assunto basta clicar aqui:

Espero que você tenha gostado e tenha sido útil e até o próximo vídeo 🙂

 

22 thoughts on “Quanto custa e como é ter um cachorro aqui em Portugal?

  • Susanah

    E para procurar apartamento que aceite cachorro por ai? eu estou indo para fazer mestrado e tenho um cachorro , nao queria deixar o cachorro aqui, mas queria saber como seria para alugar apartamento, ou casa ou quarto com o cachorro, algo que nao seja absurdo de caro tambem ne? Obrigada!

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Oi Susanah, quarto eu acho complicado. Eu não alugaria, não gostaria de deixa-lo preso num espaço pequeno e também demoraria pra confiar que as outras pessoas fossem ser responsáveis com o bem-estar dele como eu… Mas num geral está difícil achar apartamento e ter ou não um cachorro não vai mudar muito isso, os preços estão altos e a oferta baixa, só aparecem mais opções nas épocas de transição de semestre… Meu conselho é ficar 1 mês num airbnb e usar esse tempo pra procurar um apartamento e conhecer melhor a cidade 🙂

      Responder
  • leyva

    boa noite, eu tenho uma cadela no brasil gostaria muito te trazer ela para portugal porem eu no momento so tenho o contrato de trabalho e contrato de aluguel aqui,minha residencia ainda nao saiu,ela viria sozinha porque tambem nao tenho ninguem para trazer ela para mim a minha duvida e sera que posso receber ela aqui tranquilamente ou sera que terei problemas com a imigracao desculpa esta sem pontos meu teclado nao esta bom desde ja agradeco se souber me informar abracos

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Boa tarde Leyva, eu acredito que não teria problemas. Não sei ao certo porque não sei como funciona quando uma empresa trás pra vocês. Recomendo um grupo no facebook chamado “transferencia de animais domésticos para Portugal” lá tem relatos e muita gente com experiências diferentes das minhas, talvez te ajude muito 🙂
      Mas eu acho que se você já em processo de regularização não teria problemas, de qualquer maneira se eu fosse você, ligaria no SEF e perguntaria diretamente pra eles.
      Boa sorte, espero que sua cadela chegue logo e vocês sejam muito felizes 🙂

      Responder
  • Louise

    Olá!
    Tiveste algum custo para transcrever a carteira de vacinação brasileira para a portuguesa?

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Oi Louise, sim!
      Quando eu me cadastrei no centro de saúde eu levei minha carteirinha brasileira e eles transcreveram pra cá, foi bem simples e sem custo algum 🙂

      Responder
      • Patrícia

        Oi TD bom ?
        Estou indo paraPortugal vou fazer todo o procedimento com minha cachorrinha . Microchip , vacinação , sorologia , a minha dúvida é tenho que fazer o passaporte para ela ?
        Onde faço esse passaporte , caso precise ?
        Obrigada

        Responder
        • Isis Zimmerman

          Oi Patrícia, tudo ótimo e vc?
          Não precisa, o passaporte é utilizado apenas por alguns países americanos.
          Para vir pra Europa o procedimento é esse citado e o documento que permite isso é o CZI (eu tenho um post aqui falando sobre todo o processo é só procurar na lupa 😀 ), agora depois que estiver na Europa existe sim um passaporte europeu para os animais que permite o transito deles dentro do continente, mas é super simples de fazer, no artigo sobre viagem eu até falo sobre isso 🙂
          Pesquise sobre: viajar com cachorro. Você encontrará todo conteúdo que eu tenho sobre o assunto.
          Beijinhos

          Responder
  • Iara

    Boa Tarde…adorei a matéria…mas me diga uma coisa… tenho 2 cachorros grandes… (border collie e pastora alemã)…. se fosse morar ai teria que ser em uma casa…. Nos sites de imobiliárias não vi muitas casas…. É difícil…. muito cara…. Obrigada.

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Oi Iara, depende do país, aqui em Portugal por exemplo, na teoria você pode morar em um apartamento, mas talvez os donos não gostem muito da ideia de ter dois cães tão grandes vivendo num apartamento. A solução seria uma casa ou um apartamento rés de chão (térreo) com quintal ou um no ultimo andar com terraço, ou claro, uma casa. No caso da casa acho que sempre vai ser uma pouco mais caro do que o o apartamento, aqui eles costumam colocar casas mas para venda do que para locação mas não é impossível de achar…

      Muito obrigada por acompanhar o site 🙂
      Beijinhos

      Responder
  • Talita

    Olá! Tudo bem?
    Estamos pensando em nos mudar para Portugal e temos 2 Shih Tzus, peludinhos…
    Gostaria de saber se existem locais para banho e tosa como aqui no Brasil e qual o custo médio.
    Obrigada

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Oi Talita, tudo ótimo e você?
      Como o Brasil não, aqui eles não tem nem metade das opções que tínhamos no BR (especificamente em SP), mas sim, tem muitos locais. Geralmente as clinicas veterinárias oferecem esse serviço, existe também alguns lugares onde você paga pra “alugar” todo equipamento por um tempo. É tipo lavanderia selfservice só que para banho de pet, você paga um tempo e eles te oferecem toda a estrutura que um pet tem… Fora isso eles não (eu ainda não conheci nenhum lugar que) busquem e tragam em casa. É bacana ressaltar que aqui é frio a maior parte do tempo, o que faz com que a frequência de banho seja muito menor. Beijinhos

      Responder
  • Hospital Veterinário de Santa Marinha

    Ótimo artigo Isis! Com certeza, muito útil para os donos de animais de companhia 🙂

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Muito obrigada, fico feliz de saber que estou fazendo um bom trabalho e informando quem precisa 🙂

      Responder
  • Silvia Carvalho

    Ola Isis, muito boa sua postagem. Tenho vontade de ir com meu marido. Estamos nos aposentando e temos planos de viagem mas não gostaria de deixar meu Pipoca. Como funcionam os hoteizinhos para cães? No Brasil temo o dog Hero que é sensacional. Existe alguma iniciativa parecida em Portugal?

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Oi Silvia, muito obrigada 😀
      Não tem DogHero aqui (infelizmente) mas eu fazia DogHero no Brasil e estou oferecendo o mesmo serviço aqui, está sendo bem bacana 🙂 Então quando precisarem é só falar comigo pelas redes sociais ou aqui no formulário de contato 😀
      Beijinhos

      Responder
  • Carolina

    Olá! Tem algum lugar aqui no Porto que você recomenda para deixar meu caozinho? O Tom não gosta muito de viagem mas preciso achar um lugar legal para ele ficar.

    Responder
  • Fernanda

    Oi Isis como vai? Adorei a postagem .. vou para Porto em junho de 2020 e já estou nos preparos, vou levar meu cachorro, Batman eheheh, e estamos muito animados !! Sua postagem com certeza será muito útil !! Mas gostaria de tirar uma dúvida, essas clínicas que você indicou fazem tosa? Você conhece alguma clínica que faz tosa específica para spitz alemão? Beijosss

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Oi Fernanda, tudo ótimo e vc?
      Essas clinicas fazem, mas como eu não tenho um spitz eu não faço ideia de eles fazem especifico e quanto custa, mas eu já vi alguns saindo de lá então acredito que sim 🙂
      Beijinhos

      Responder
  • Patrícia

    Oi estou indo para Portugal.
    Estou fazendo todos os procedimentos , microchip , vacinas, sorologia .A minha dúvida é, preciso fazer o passaporte pra levar a cachorrinha ?
    Se for necessário onde faço ?
    Ou só a carteira vacinação, com todos os documentos resolve.

    Responder
    • Isis Zimmerman

      Oi Patrícia, tudo ótimo e vc?
      Não precisa, o passaporte é utilizado apenas por alguns países americanos.
      Para vir pra Europa o procedimento é esse citado e o documento que permite isso é o CZI (eu tenho um post aqui falando sobre todo o processo é só procurar na lupa 😀 ), agora depois que estiver na Europa existe sim um passaporte europeu para os animais que permite o transito deles dentro do continente, mas é super simples de fazer, no artigo sobre viagem eu até falo sobre isso 🙂
      Pesquise sobre: viajar com cachorro. Você encontrará todo conteúdo que eu tenho sobre o assunto.
      Beijinhos

      Responder

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *