Olá querido leitor, como foi a sua semana desde que nos falamos pela última vez? Por aqui estamos felizes com os dias lindos de céu azul que a primavera vem nos trazendo. Como prometido cá estou pra contar o final da nossa pequena aventura: mudar do Brasil para Portugal com o Fred (nosso cachorrinho).

Chegando em Portugal

Bom, depois do embarque e de fazer mil perguntas para aeromoça passamos por um voo incrivelmente tranquilo, como eu tanto rezei para que acontecesse. Saímos de São Paulo no dia 8 de agosto as 22:15, fazia aproximadamente 10 graus de um domingo meio instável. Chegamos em Lisboa ao meio dia do dia 9 de agosto e fazia absurdos 36 graus. Além do choque de temperatura (porque sim, eu sabia que o verão aqui era quente, mas não imaginava que era como no Brasil rs), tínhamos que aprender a lidar com o fuso horário daqui que era de 4 horas a mais. Em meio a toda euforia que estávamos quando o avião pousou duas se destacavam: passar pela imigração e pegar nosso Fredinho.

Onde está o Fred?

A imigração foi simples, rápido e prático, o senhor que nos atendeu não quis nem ver nossa carta convite já nos deu boas-vindas. Agora, achar o Fredinho não foi uma missão simples

Para continuar a ler esse post clique aqui.

 

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *